COACHING – DEFININDO METAS E ALCANÇANDO RESULTADOS

BLOG_estipularmetas-1-670x419

O que você realmente quer? Colocar no papel de forma clara seguindo alguns passos básicos é o pontapé inicial para alcançarmos os resultados que queremos.

Um dos pontos fundamentais em uma abordagem de Coaching é a definição de metas. Na verdade, muitas pessoas pensam que Coaching é só isso, mas ele pode ser muito mais que isso.

 

Definir metas claras é uma parte essencial que, por vezes, é o suficiente para gerar resultados imediatos para o cliente. Agora, se quisermos resultados muito mais profundos e mais abrangentes, teremos que fazer muito mais. É necessário apoiar o cliente na descoberta daquilo que realmente é importante em sua vida, do seu perfil, da sua forma de lidar com pessoas, da sua forma de reconhecer as informações que recebe do mundo, da sua autoconsciência, da sua responsabilidade em relação a vida que possui, do seu potencial mais elevado. Um processo de Coaching completo passa por todas essas fases, além da fase de metas, mas esse será um papo para uma outra ocasião, pois nosso objetivo com esse artigo é ajudar você a começar a pensar de forma mais abrangente sobre o que quer, é fazer uma definição inicial de suas metas, passo esse que já poderá ajudá-lo na conquista daquilo que quer agora.

 

Para fazer isso, tire um tempo só para você em um lugar onde, de preferência, não seja interrompido. No escritório, na sua casa, onde sentir-se melhor. Procure estar o mais relaxado possível, pois, quanto mais relaxado, maior é a abrangência do nosso pensamento.

 

Quando já estiver se sentindo assim, responda as perguntas abaixo com o máximo de informações possíveis:

 

1. Defina de forma sucinta seu ESTADO ATUAL. Quais as características e circunstâncias que estão acontecendo nesse momento e que fazem você querer essa meta? Como estão as áreas da sua vida neste momento?

 

2. Qual a sua meta? O que quer? Em que prazo? (Defina Onde, Quando e Com quem, sempre em termos positivos) – Depende só de você?

 

3. Como você vai saber que está conseguindo? Como você vai saber que já conseguiu? Quais as evidências sensoriais (o que você estará vendo, ouvindo e sentindo quando vencer cada uma das etapas e quando conquistar sua meta)? Que métricas você pode usar para medir seu desempenho?

 

4. O que impede você hoje de alcançar sua meta (liste as barreiras)? O que já tentou no passado para alcançar sua meta? (coloque questões pessoais, relacionadas a empresa ou a tudo que estiver envolvido)

 

5. Que capacidades e recursos você já tem para ajudá-lo a conquistar sua meta? Que outros mais você necessita? Como você pode consegui-los? (lembre que seus recursos têm que ser suficientes para superar as barreiras listadas no item anterior). Separe em recursos internos (capacidade que você possui) e externos (treinamentos, capacitações,…).

 

6. Como alcançar essa meta afetará sua vida? O que você vai ganhar? O que você vai perder? O saldo é positivo? Alguém mais será afetado pela sua meta? De forma positiva ou negativa? A meta é congruente com seus valores?

 

7. O que especificamente você fará para realizar sua meta? Qual seu plano de ação? Defina as etapas para chegar lá e acompanhe para ter certeza que está chegando. Liste pelo menos 5 coisas que irá fazer para chegar lá.

 

Depois de responder a tudo, volte e releia o que escreveu. Se quiser, acrescente mais alguma coisa. Se estiver legal, concentre-se nas etapas, defina quando irá fazer cada uma e acompanhe. Semanalmente, releia tudo para ver se algo mudou e siga os prazos que definiu. Tenho certeza que apenas esse exercício já irá ajudá-lo muito. Comece agora mesmo e veja por si só o resultado. Se sentir que falta algo, que, de alguma forma não consegue seguir as etapas ou tem algo dando errado, sugiro que passe por um processo de Coaching, pois pode ser necessário identificar o que está por trás disso tudo, será necessário passar pelas etapas que descrevemos no inicio desse artigo.

 

Um abraço e até a próxima.